Menu

Autores de latrocínio em São Domingos são presos no Paraná

sirene

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal de São Lourenço do Oeste, com apoio da DPFron de São Domingos e da Polícia Militar, esclareceu nesta quinta-feira (19) o latrocínio ocorrido em São Domingos na noite do dia 31 de março de 2018, no Mercado Beira Rio, vitimando N.A.D.L, de 53 anos.

Dois indivíduos armados com revólveres chegaram em uma motocicleta preta e, por volta das 18h, adentraram ao estabelecimento e anunciaram o roubo. Após desentendimento entre a vítima e um dos assaltantes, este disparou duas vezes, vindo a matar o proprietário do mercado.

Apesar das poucas informações existentes, haja visto que os indivíduos estavam utilizando capacetes e capas de chuva, a rápida atuação policial desta especializada e dos demais policiais de São Domingos, fez com que pudessem ser colhidas informações na mesma noite do crime, o que deu o caminho inicial para as investigações.

Após diversas diligências e mais de duas semanas de investigação, identificou-se dois principais suspeitos, que foram monitorados pelos policiais da DIC.

Após o acompanhamento, foi possível descobrir que realmente se tratava de U.H.B.Q., de 21 anos e G.D.S., vulgo “Coiote”, de 23 anos (que estava foragido). Estes indivíduos possuíam diversas passagens policiais, tendo inclusive estado presos no mesmo período no presídio de Xanxerê.

Após o crime cometido em São Domingos/SC, ambos continuaram suas empreitadas criminosas, sendo suspeitos de cometer outros crimes em Santa Catarina e no Paraná, tendo sido por fim presos após confronto com a Polícia Militar de General Carneiro, onde foram alvejados por disparos de arma de fogo.

A Polícia Civil não informou sobre a motocicleta utilizada, que havia sido furtada em São Lourenço do Oeste dias antes do crime.

Fonte: TiviNet