Menu

Galvão – Polícia Civil conclui inquérito e elucida crimes de roubo, extorsão e disparo de arma de fogo ocorridos na cidade.

0a794b31-0ae1-44b9-805a-eca25d1cba9c

Na data de ontem (terça-feira, 12), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia de Fronteira de Galvão/SC, concluiu as investigações do inquérito policial que apurava a ocorrência dos crimes de roubo, extorsão e disparo de arma de fogo ocorridos em 27/01/2019 na cidade de Galvão/SC.

Entenda o caso.

No dia 27 do mês de janeiro do ano de 2019, por volta das 08h30, numa residência localizada no centro da cidade de Galvão/SC, comarca de São Domingos/SC, dois indivíduos encapuzados, agindo com unidade de desígnios e identidade de propósitos, subtraíram, mediante violência empregada contra E.S.P. (32 anos de idade) e I.L.P. (53 anos de idade), bem como ameaça exercida com emprego de arma de fogo contra esses dois e F.M.L.P (28 anos de idade) – esposa de E.S.P., um veículo VW/Saveiro, um notebook, três aparelhos de telefones celulares, um relógio de pulso, um nobreak e a quantia de R$. 3.000,00 (três mil reais) em espécie. Ainda no deslinde da ação criminosa, um dos autores efetuou um disparo de arma de fogo. Por fim, E.S.P. foi constrangido, mediante grave ameaça e sob promessa de violência à sua esposa e seu filho de oito meses de vida, a sacar a importância de R$. 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) de sua conta bancária e entregar a um dos autores que o acompanhava.

Na mesma data dos fatos, os autores da empreitada criminosa foram identificados como sendo A.G. (25 anos de idade – 47 passagens policiais) e W.R.C. (26 anos de idade – 46 passagens policiais), ocasião na qual houve pedido por suas prisões preventivas, que foi deferido pelo Poder Judiciário.

A.G. foi preso, antes de tudo, em flagrante, porque no dia 03 do mês de fevereiro do ano de 2019, por volta das 19h00, na Linha Saudadinha, na zona rural do município de Galvão/SC, foi surpreendido pela Polícia Militar portando uma arma de fogo espécie revólver, calibre .38, que havia sido furtada na data 01/01/2019. Em tal oportunidade, foi dado cumprimento a três mandados de prisão expedidos em desfavor dele, que na sequência foi encaminhado para o Presídio Regional de Xanxerê/SC.

Já W.R.C. não teve a mesma sorte! Na véspera da prisão de A.G., ou seja, no dia 02 do mês de fevereiro do ano de 2019, por volta das 21h40, a Polícia Militar, ao receber a informação de que ele estava agredindo os avós, numa residência localizada no centro de Galvão/SC, se dirigiu até o local para atendimento da ocorrência, palco no qual W.R.C., após receber voz de prisão, opôs-se à execução do ato legal sacando uma arma de fogo espécie garrucha, calibre .38, que trazia consigo, e tentou efetuar um disparo contra o policial militar, que, por sua vez, repeliu a injusta agressão efetuando um disparo de arma de fogo contra W.R.C., alvejando-o. Mesmo tendo sido socorrido e encaminhado para atendimento médico, W.R.C. não resistiu ao ferimento e foi a óbito.

Fonte: Polícia Civil