Paulo Guedes tem celular hackeado, informa assessoria do ministro

SÃO PAULO – O ministro da Economia, Paulo Guedes  teve o celular nesta segunda-feira (22), de acordo com informação divulgada pela assessoria do Ministério da Economia.

A pasta pediu, em nota, para que seja desconsiderada “toda e qualquer mensagem vinda do número dele e das pessoas do gabinete.”

O comunicado ainda informa que serão tomadas as medias cabíveis e mais informações vão ser divulgadas nesta terça (23).

O celular do ministro havia iniciado uma conta no aplicativo Telegram por volta das 22h30 (horário de Brasília). Logo depois, a assessoria do ministro informou que ele teve o celular clonado. 

Guedes disse ao colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim, que não entrou no aplicativo e chamou os responsáveis pela invasão de “bandidos” .

Cabe destacar que, no último domingo, a líder do governo no Congresso Nacional, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou que teve o celular clonado.

Em vídeo publicado em suas redes sociais, a parlamentar disse ter recebido ligações de seu próprio número, como ocorreu com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, que também teve o celular invadido em junho.

No vídeo, a deputada relata que houve encaminhamento de mensagens em seu nome pelo aplicativo Telegram. “Procuraram um jornalista bastante conhecido no Brasil, o jornalista Lauro Jardim”, disse.

Joice também disse que não usa o aplicativo de mensagens desde a época da campanha.

“Acontece que eu não uso o Telegram, não uso o Telegram para fazer ligações, tem uma ligação internacional aqui que eu não faço ideia de onde seja, e algumas ligações aqui de mim para mim mesma, exatamente o que aconteceu com Sergio Moro”, afirmou.

Fonte: InfoMoney