ADOLESCENTE É FLAGRADA TRABALHANDO E REALIZANDO PROGRAMAS NO OESTE

Proprietária da Boate alegou que a menina havia mentido a verdadeira idade

A equipe do 2º Batalhão de Polícia Militar  Fronteira, prendeu um casal por favorecimento de prostituição e exploração sexual. O fato ocorreu na tarde da última quarta-feira (07) por volta das 17h00, no interior de Águas de Chapecó, Oeste Catarinense.

A ocorrência trata-se de favorecimento de prostituição ou exploração sexual de menor ou vulnerável. O conselho tutelar de Águas de Chapecó solicitou o apoio para verificar um possível caso de uma menor de idade estar trabalhando em uma boate da cidade.

A guarnição acompanhou o caso e constatou a presença da referida mulher na Boate, a adolescente estava no local e ao perceber a chega tentou se esconder, logo em seguida, a guarnição interrogou a proprietária sobre o nome da moça que se escondeu, no momento a proprietária mentiu e que seria sua neta.  Após longa conversa a vítima acabou admitindo toda a situação.

Em conversa com os autores do crime, uma mulher de 47 anos e seu companheiro de 27 anos, relataram que a adolescente disse ter 19 anos de idade e por esse motivo aceitaram que trabalhasse na Boate.

Autores e vítima admitiram que a adolescente trabalhava fazendo programas de cunho sexual há aproximadamente um mês.

Diante dos fatos, os autores foram conduzidos até a Delegacia de Águas de Chapecó para os procedimentos cabíveis.

A adolescente foi conduzida pelo Conselho Tutelar até a delegacia.

Fonte: Canal Ideal

Redação: Álvaro Ávila