Após adotar cachorro, mulher é indiciada por maus-tratos no Oeste de Santa Catarina

Uma mulher, de 32 anos, foi indiciada por maus-tratos de animais em Saudades, no Oeste de Santa Catarina. Segundo informações da Polícia Civil, a conclusão do inquérito aconteceu nesta sexta-feira (18).

Conforme a Polícia Civil, o crime aconteceu em outubro de 2020, em Saudades, quando um cachorro ficou gravemente ferido. Ele foi encontrado nas ruas do município com uma lesão no pescoço e com o olho direito perfurado.

O grupo Patinhas do Bem recolheu o cão e o encaminhou a uma clínica veterinária, onde foi tratado e se constatou provável maus-tratos. Uma representante da ONG registrou boletim de ocorrência virtual e denunciou o  caso para a Polícia Civil.

Diante dos indícios de maus-tratos, foi instaurado inquérito policial, onde foram reunidos elementos de que as lesões foram provocadas por uma moradora de Saudades, de 32 anos, que havia adotado o animal poucas semanas antes.

Segundo a Polícia Civil, ao ser interrogada, ela preferiu manter-se em silêncio, sendo indiciada por maus-tratos a animal.

Vale lembrar que desde setembro deste ano o crime de maus-tratos a animal, quando praticado contra cachorro ou gato, está sujeito a pena de reclusão, de 2 a 5 anos, além de multa e proibição da guarda.