BRF ANUNCIA INVESTIMENTOS DE R$ 55 BILHÕES E PREVÊ RECEITA SUPERIOR A R$ 100 BILHÕES ATÉ 2030

Companhia pretende consolidar sua atuação como empresa global de alimentos de alto valor agregado, ampliando seu tamanho do mercado

 Focos serão liderar e transformar mercados, canais e geografias no Brasil e a expansão internacional

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, apresentou na manhã de hoje o plano VISÃO 2030, a estratégia de crescimento que deverá levar a empresa a uma receita anual aproximada superior a R$ 100 bilhões na próxima década, período em que pretende investir mais de R$ 55 bilhões. Para isso, a Companhia, que detém marcas como Sadia, Perdigão, Qualy e Banvit, espera consolidar a sua liderança, como uma empresa global de alimentos de alto valor agregado, com marcas fortes, produtos de alta qualidade e ainda mais admirada pelos consumidores, proporcionando a ampliação do retorno e expansão das margens.

Assim, a BRF tem como objetivo alcançar presença local em alguns dos maiores centros consumidores de valor agregado do mundo, além de ampliar sua participação em ready meals (pratos prontos), aumentar sua presença nos promissores mercados de carne suína de alto valor agregado e PET, além de liderar a maior transformação no consumo de novas proteínas dessa geração.

“Pretendemos nos consolidar como uma empresa global de alimentos de alto valor agregado, com portfólio de marcas fortes e produtos cada vez mais práticos e saborosos, de qualidade e confiabilidade no momento que os clientes e consumidores quiserem, onde quiserem e da forma que quiserem. Nossa intenção é atuar de forma sustentável, sendo protagonistas e agentes de transformação”, diz Lorival Luz, CEO global da BRF. “Os resultados que apresentamos até aqui demonstram que temos a disciplina e a maturidade para iniciar um novo ciclo de crescimento ao longo da próxima década”, destaca Luz.

Dentro da VISÃO 2030, no Mercado Brasil, a BRF quer liderar o mercado de ready meals (pratos prontos), o qual se estima deve chegar a R$ 16 bilhões nos próximos anos e apresenta demanda crescente atrelada à tendência do hábito de consumo dos clientes, com expectativa de crescer mais de quatro vezes o seu tamanho atual. O segmento de suínos de alto valor agregado é outro foco de atuação da Companhia, que oferece grande potencial para quintuplicar seu tamanho no Brasil.

Expandir a presença internacional com participação local e relevância em alguns dos maiores centros consumidores de valor agregado do mundo também é destaque dentro da estratégia da empresa. O objetivo é acessar mercados que representam dois terços do consumo global.

Em evolução constante e ininterrupta por alguns anos, o mercado PET faz parte dos planos da BRF, no qual a Companhia pretende ser umas das líderes em cinco anos. Com crescimento em média de 12% ao ano, estima-se que este segmento possa alcançar R$ 40 bilhões, com possibilidade de ser replicado em outras geografias onde a empresa está ou pretende estar presente. A BRF também espera ocupar posição de protagonismo no mercado de substitutos de carne e novas fontes de proteína, no qual deverá ocorrer a maior transformação do setor de alimentos. Este setor ainda incipiente tem potencial para chegar a mais de R$ 13 bilhões, e espera-se que BRF apresentará capacidade para acelerar e liderar esta evolução alimentar.

A Companhia pretende investir organicamente R$ 55 bilhões na próxima década, majoritariamente com recursos originados pela geração de caixa da própria empresa. Também planeja usar novas linhas de crédito e a sustentação do perfil de endividamento atual com prazo médio acima de 9 anos para financiar estes investimentos. “Ao longo dessa jornada, prevemos níveis prudenciais de alavancagem de até 3,0x dívida líquida / EBITDA. Vamos ser ágeis para avançar nas oportunidades e prudentes para nos proteger de eventuais adversidades”, completou Lorival Luz.

A primeira fase da execução da VISÃO 2030 compreende de 2021 a 2023, período no qual a Companhia pretende focar esforços em aumento de produtividade e eficiência operacional com o objetivo de expandir as margens e gerir custos. Ao final desta primeira etapa, estima-se que a receita líquida atingirá cerca de R$ 65 bilhões, de modo a dobrar também o EBITDA atual. Na segunda fase, entre 2024 e 2026, a empresa espera ter uma estrutura de capital mais otimizada, com expectativa de crescimento de cerca de 2,5x em Receita Líquida e EBITDA, em comparação aos níveis atuais. Na terceira etapa, de 2027 a 2030, estima-se que a BRF entrará na fase de maturação da maioria das iniciativas e com aceleração da captura de valor econômico e continuidade de investimentos. Neste período, espera-se que a receita líquida venha a atingir mais de R$ 100 bilhões, com portfolio de alimentos de valor agregado superior a 70%, e EBITDA que estima-se deverá atingir 3,5x o patamar atual, margens acima de 15% e ROIC de cerca de 16%.

A VISÃO 2030 da BRF abrange também um plano macro de Sustentabilidade com compromissos públicos de ESG (Environmental, Social and Corporate Governance). Nesse sentido, a partir de 2021, os executivos da BRF terão metas ESG atreladas à entrega deste plano. Além disso, foi criada uma vice-presidência global de Relações Institucionais, Reputação e Sustentabilidade, que passa a vigorar a partir de janeiro de 2021, com foco no avanço da agenda de ESG. A nova vice-presidência será ocupada por Grazielle Parenti, com longa experiência no setor de alimentos, e que atua na empresa desde 2019 como diretora de Relações Institucionais, além de ser a atual presidente do Conselho Diretor da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA).

 “Com nosso time engajado, melhores marcas, diferenciais únicos e trabalhando com ética e transparência, estamos seguros quanto ao futuro da nossa Companhia. Vamos fazer a BRF ainda maior e melhor!”, salienta Lorival Luz.

Sobre a BRF

Uma das maiores empresas de alimentos do mundo, a BRF está presente em mais de 130 países e é dona de marcas icônicas como Sadia, Perdigão, Qualy e Banvit. Seu propósito é oferecer alimentos de qualidade cada vez mais saborosos e práticos, para pessoas em todo o mundo, por meio da gestão sustentável de uma cadeia viva, longa e complexa, que proporciona vida melhor a todos, do campo à mesa. Pautada pelos compromissos fundamentais de segurança, qualidade e integridade, a Companhia baseia sua estratégia em uma visão de longo prazo e visa gerar valor para seus mais de 90 mil colaboradores no mundo, mais de 260 mil clientes e aproximadamente 10 mil integrados no Brasil, todos os seus acionistas e para a sociedade.

Disclaimer

As projeções divulgadas neste documento são meras previsões e refletem as expectativas atuais da administração em relação ao futuro da BRF. Entretanto, tais projeções são dependentes de fatores e condições de mercado que escapam do controle da Companhia, podendo, assim, diferir em relação aos números e resultados a serem efetivamente registrados pela Companhia.

Fonte: Imprensa – BRF