Chapecó – Camara de vereadores rejeita projeto de redução do número dos vereadores

O projeto de redução do número de vereadores da Câmara Municipal de Chapecó foi rejeitado por maioria de votos, na sessão realizada na tarde desta sexta-feira (28). Seis vereadores votaram favoráveis a redução e 15 foram contrários. O projeto 33/2019, de autoria do vereador Neuri Mantelli, pretendia reduzir de 21 para 17 às cadeiras no legislativo.

Leia mais: Pacote de medidas prevê redução de R$ 1,4 milhão por ano de gastos na Câmara

Depois de quatro pedidos de vistas, o projeto foi rejeitado nesta sexta-feira.  A principal justificativa pela decisão leva em consideração um pacote de redução de gastos, anunciado pelo Poder Legislativo, que deve reduzir em torno de R$ 1,2 milhão ao ano os custos da casa legislativa. Não diminuir a representatividade da comunidade no legislativo também foi considerado por vereadores que votaram contrário ao projeto.

Já os vereadores que votaram favoráveis a medida defendiam que a redução das quatro cadeiras iria diminuir os gastos do Poder Legislativo.  O projeto alterava a Lei Orgânica, por conta disso precisava alcançar no mínimo 14 dos 21 votos.

Redução

Conforme o vereador Neuri, a estimativa é que com a medida ocorresse economia de mais de R$ 1 milhão por ano na Câmara Municipal. Além disso, para o legislador a mudança não afetaria a representatividade das comunidades.

A proposta também era defendida por organizações empresariais como a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), que tem acompanhado todas as sessões do Legislativo e incentivado a sociedade a participar dos debates para acompanhar a atuação da Câmara.

Votação

Foram seis vereadores que votaram favoráveis ao projeto de redução: Aderbal Pedroso; Astrit Tozzo ; João Marques Rosa;  José Célio Portela;  Neuri Mantelli e Valmor Junior Scolari.

Outros 15 votaram contra a medida: Adão Valcir Teodoro ; Cleiton Fossá; Cleber Ceccon; Claimar de Conto; Derli Maier;  Delvino Dall Rosa; Diego Alves;  Ildo Adão Antonini; Itamar Agnoletto;  Jatir Balbinot;  João Siqueira; Marcilei Vignatti;  Orides Antunes; Roberto Carlos Nogueira  e Valdemir Stobe.

Fonte: ClicRDC