É melhor abrir ou fechar a casa para evitar umidade?

Aquela clássica cena do piso molhado e da umidade escorrendo nas paredes de casa é o pior pesadelo dos momentos pré e pós-chuva. Mas, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, não adianta escancarar as janelas muito menos se encerrar dentro de casa, com nenhum ar circulando. Conforme o professor de Agrometeorologia da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), Marcelino Hoppe, a dica de ouro é: aqueça o ambiente.

Utilizando ar-condicionado, fogão a lenha ou mesmo aquecedor, a principal preocupação deve ser em manter o ambiente aquecido, para que a umidade não condense nas paredes e piso da casa. “É um problema difícil de controlar. E é como enxugar gelo, não adianta passar o pano e secar, porque dali cinco minutos vai estar molhado de novo”, comenta o professor.

A umidade relativa do ar, tida como a grande vilã, é coadjuvante em alguns casos. Nesta semana, por exemplo, em Frederico Westphalen, a umidade estava muito baixa, e teve como a principal reclamação das donas de casa a água escorrendo nos pisos e paredes. Conforme Hoppe, o frio dos últimos dias é o que piora a situação.

Entenda o que acontece

A cena é clássica, mas você sabe por que acontece? O professor Hoppe diz que todo o problema não é resumido pela umidade. A grande questão é a temperatura do piso e das paredes do ambiente, que geralmente estão abaixo do ponto de orvalho.

Nesta semana, o ponto de orvalho estava em 18 graus, assim, todos os pisos e paredes que estivessem com temperaturas abaixo de 18 graus teriam a umidade condensada, formando as tão incômodas gotas de água no local.

Desta forma, aquecer o ambiente é uma das únicas soluções. “E não adianta fechar toda a casa, porque a umidade entra por qualquer fresta”, explica. É melhor encontrar formas de não deixar a umidade condensar.

Elimine o cheiro da umidade

Se depois da chuva e toda essa umidade a sua casa ficar com um cheiro não tão agradável, pegue alguns recipientes (qualquer potinho que estiver em desuso), e coloque pedaços de esponja – pode até ser usada. Encharque a esponja com vinagre de álcool e disponha em potinhos em pontos altos da casa – em cima da geladeira, da estante, dos armários. A cada três dias, lave a esponja, esprema, devolva ao pote e acrescente mais vinagre de álcool. O vinagre absorve os maus odores, inclusive o cheiro da fumaça de cigarro. (Informações Portal Gaz)