Ex-policial invade creche e mata 36 pessoas, incluindo esposa e filho

Após entrar em uma creche e matar 36 pessoas a tiros, sendo 23 crianças, um ex-policial voltou para casa e matou a esposa e também o próprio filho no nordeste da Tailândia. A tragédia aconteceu nesta quinta-feira (06), na cidade de Uthai Sawan, dentro da província de Nong Bua Lamphu.

Segundo a polícia, o assassino chegou à creche por volta da hora do almoço, muito agitado, e atropelou algumas pessoas. Parou o carro, entrou na escola e buscou pelo filho, que ao não achá-lo, disparou então contra outras crianças e funcionários da escola.

Entre as vítimas, havia crianças de dois anos, e uma professora grávida de oito meses. Depois, o indivíduo voltou para casa e matou a mulher e o filho. Ainda de acordo com a polícia tailandesa, ele se suicidou em seguida.

O assassino foi identificado como Panya Khamrab, um ex-policial que havia sido dispensado de suas funções por envolvimento com drogas. Há apenas alguns dias, ele havia comparecido a um tribunal local para responder por uso e posse de narcóticos.

Tiroteios em massa são raros na Tailândia, embora a taxa de posse de armas seja alta em comparação com alguns outros países da região. Nos últimos três anos, apenas um outro episódio do tipo ocorreu no país. Em ambos os casos, os assassinos tinham posse de arma por conta de suas profissões – um era policial e o outro, um soldado.

Com informações do G1 e da CNN Brasil