Governo de SC ampliará fiscalização das medidas de segurança

Em pronunciamento online neste sábado (25), o governador Carlos Moisés da Silva anunciou que o Estado vai ampliar a fiscalização de estabelecimentos a partir da próxima semana. O objetivo do Executivo é fazer cumprir as regras do decreto que obrigam a restrição de público e o uso de máscaras em Santa Catarina, entre outras regulações.

Segundo Moisés, o governo vai divulgar o modelo de fiscalização na próxima segunda ou terça-feira. O Executivo vai integrar forças de segurança, como Vigilância Sanitária, Bombeiros, Polícia Civil e Polícia Militar para garantir que as normas do decreto sejam cumpridas por todos os estabelecimentos.

“Na semana que vem nós vamos trazer aqui as equipes que vão estar incumbidas de fazer a fiscalização das normas da Secretaria de Saúde para enfrentamento da Covid-19”, disse o governador. “As forças de segurança vão trabalhar utilizando-se do poder de polícia sanitária para coibir qualquer funcionamento irregular que não siga as normas de segurança”, afirmou.

O governo também trabalha para encontrar uma forma de medir a efetividade das medidas do decreto. Para isso, uma plataforma deve ser criada a fim de integralizar os dados da fiscalização, como advertências, ocorrências e fechamento de estabelecimentos. Os resultados dessa fiscalização serão um parâmetro para novas aberturas ou restrições.

“Com muita transparência nós vamos mostrar como isso vai funcionar. […] Vai depender muito da atitude de cada cidadão para o Estado não retornar à condição anterior”, afirmou.

O governo também atualizou o número de casos de Covid-19. São 1.235 confirmações da doença e 42 óbitos. Atualmente, 115 pacientes ocupam leitos de UTI entre confirmados e suspeitos. Entre eles, 66 respiram com a ajuda de ventilação mecânica.