Gre-Nal histórico: Inter e Grêmio se enfrentam pela primeira vez na Libertadores

Pela primeira vez em 111 anos de clássico, Internacional Grêmio se encontram na Copa Libertadores da América. Pela segunda rodada da fase de grupos da competição, os times entram em campo às 21h (de Brasília), na Arena do Tricolor, valendo a liderança do Grupo E.

Ambas as equipes chegam em bom momento para o duelo. Jogando em casa, o Grêmio vem de três vitórias consecutivas, inclusive na primeira partida da Liberta, contra o América de Cáli, da Colômbia, e busca a segunda vitória sobre o rival de Porto Alegre no ano.

Renato Gaúcho poderá contar com a volta do zagueiro Kannemann, recuperado de cirurgia no pé esquerdo. Ele não atua desde o dia 30 de janeiro, e a tendência é que seja apenas opção no banco. Já Pedro Geromel, que foi substituído na primeira rodada do torneio continental com dores na coxa direita, deve ser titular normalmente.

Do lado Colorado, a última derrota do time foi justamente para o Grêmio, no dia 15 de fevereiro, pelo Campeonato Gaúcho. Desde então, são cinco partidas, com três vitórias e dois empates. A estreia na Libertadores foi convincente, 3 a 0 sobre o Universidad Católica, do Chile.

O bom desempenho pode fazer com que Eduardo Coudet mantenha a formação da primeira rodada, com Thiago Galhardo no lugar de D’Alessandro, e Uendel no lugar de Moisés. Outra dúvida é na lateral-direita. O argentino Saraiva, que foi bem contra o Brasil de Pelotas, pode desbancar Rodinei na posição.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X INTERNACIONAL

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data: 12 de março de 2020, quinta-feira
Horário: 21h00 (de Brasília)
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Assistentes: Juan Pablo Belatti (ARG) e Gabriel Chade (ARG)

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, David Braz e Caio Henrique; Lucas Silva, Matheus Henrique e Maicon; Alisson, Everton e Diego Souza

Técnico: Renato Portaluppi

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Saravia (Rodinei), Bruno Fuchs, Víctor Cuesta e Uendel (Moisés); Musto, Edenilson, Marcos Guilherme e Boschilia; Thiago Galhardo (D’Alessandro) e Paolo Guerrero

Técnico: Eduardo Coudet