Grupo se reúne em Joinville para pedir impeachment do governador Carlos Moisés

Um grupo de cerca de 30 pessoas se reuniu na tarde desta quarta-feira (15) para protestar e pedir o impeachment do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva. O motivo, segundo alguns participantes, seria o decreto imposto pelo Governo Estadual com medidas de restrição em todo o estado por prevenção ao novo coronavírus. Para os manifestantes, a situação viola artigos da Constituição Federal que garantem o direito de ir e vir, como o artigo 5º, por exemplo.

“É livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens”, descreve o artigo 5º da Constituição.

Os participantes se organizaram por meio das redes sociais para realizar uma carreata a partir da Arena Joinville. No comunicado, os participantes também mencionam os artigos 1º, 3º, 4º e 6º da Constituição Federal.

A Polícia Militar (PM) esteve no local para orientar os manifestantes. Conforme os policiais, é necessário que as guarnições acompanhem a carreata, identifiquem as pessoas que participaram e forneçam cada identificação ao Ministério Público para que sejam movidas ações contra essas pessoas, uma vez que este tipo de situação está proibido momentaneamente em todo o estado em razão da pandemia.