Homem mente ter viajado para ser atendido por primeiro na UPA em Chapecó

A Policia Militar deslocou até Rua Cunha Porã Bairro Efapi na Unidade Pronto Atendimento, onde foi feito contato com uma médica de plantão, a qual relatou que um Homem 40 anos chegou no local alegando que possuía sintomas de falta de ar, tosse e dor na perna e solicitou uma injeção de Benzetacil.

Clinicamente apresentava tosse intensa, então foi classificado no critério amarelo, passando na frente de diversos pacientes, que estavam aguardando a mais tempo o atendimento, pois o mesmo disse ter vindo da cidade de Florianópolis, um local classificado de alto risco de contaminação do COVID-19.

Ao ser chamado para atendimento médico, o masculino não aceitou as recomendações e disse que queria somente uma injeção, e admitiu que mentiu ter vindo de Florianópolis para poder ser atendido primeiro. Como o masculino induziu a equipe médica ao erro para obter vantagem no atendimento mediante falsa informação de sintomas e a se negar receber atendimento médico específico, e expôs funcionários da saúde e demais pacientes no local a propagação de doença contagiosa e perigo a saúde.

Diante disso foi lavrado Termo Circunstanciado-TC, sendo compromissado a comparecer no Juizado Especial Criminal em data e hora marcada.