Homem que estuprou e gravou abuso de criança de 11 anos é condenado a 17 anos de prisão em SC

O homem que estuprou e gravou os abusos que praticou contra uma criança de 11 anos em Faxinal do Guedes, no Oeste de Santa Catarina, foi condenado pela Justiça catarinense a cumprir 17 anos de prisão pelo crime de estupro de vulnerável e por filmar cena pornográfica envolvendo menor de idade. Ele está preso na unidade prisional de Xanxerê desde julho deste ano, quando foi descoberto, e teve negado o direito de recorrer em liberdade.

Segundo informações da Polícia Civil, durante as investigações os policiais encontraram vídeos da violência sofrida pela criança gravados pelo próprio abusador. Além disso, a investigação descobriu o abuso de outra vítima, de 13 anos, que também foi gravada durante o estupro. 

Responsável pelas investigações, o delegado Albino Souza de Araújo, relatou que o processo correu rápido, se comparado a outras ações, porque o réu estava preso. Ainda, segundo o delegado, abusador, de 38 anos, não era familiar da vítima, mas tinha uma proximidade com a mãe da menina e aproveitou da situaçao. 

A sentença foi proferida pela Comarca de Xanxerê. A identificação do autor não foi divulgada devido a Lei de Abuso de Autoridade e, sobretudo, para preservar a identidade da vítima.