ILEGALIDADES: CÂMARA REJEITA CONTAS DO EX-PREFEITO DE LAJEADO GRANDE VALMIR LOCATELLI

Foi votada na reunião desta segunda-feira, 24, a prestação de contas do ex-Prefeito, Valmir Locatelli, referente ao exercicío de 2016. Foram sete votos favoráveis à rejeição, sendo dos vereadores Ari Gromoski, Juraci A. Xavier, Leodir Coltro, todos do PP, Leocer Smijevski e Vilanir Barella do PSD e Diogo Zmijevski e Maicon Maroco do MDB, e uma abstenção da vereadora Fátima C. Romanini do PDT.

O Presidente da Comissão de Finanças, Orçamento, Fiscalização Financeira e Contas, vereador Leocer Zmijevski, levantou os pontos principais para rejeição das contas, entre eles, o fato do ex-prefeito ter completo desrespeito à Lei de Licitações e Contratos, em função do grande valor pago a uma única empresa que ultrapassa meio milhão de reais sem amparo em procedimento licitatório, além do completo descontrole nas aquisições de peças e prestação de serviços de mão-de-obra. Ainda conforme Leocer, o ex-prefeito Valmir Locatelli, teve um prazo de quinze dias para ir até a Câmara de Vereadores apresentar sua defesa, mas não compareceu, nem encaminhou representante.

A Presidente da Câmara de Vereadores de Lajeado Grande, Eronice de Oliveira, que não tem a obrigação de votar, se posicionou favorável a rejeição e destacou a importância do Legislativo na fiscalização do Poder Executivo. Diante das condutas atribuídas ao ex-prefeito Valmir Locatelli, que ferem a legislação que rege a administração pública.
“Foram identificados pontos que comprovam irregularidades na gestão. Vivemos um período em que o povo quer mudanças e, principalmente, que a justiça seja cumprida e aplicada a todos, sem distinção”, afirmou Eronice.

A rejeição aprovada pelos vereadores, será encaminhada ao Tribunal de Contas do Estado – TCE para as devidas providências.

Processo N. PCP 17/00132510

Fonte: Oeste Notícias