Indústria vinícola interrompe produção por falta de garrafa e pode faltar espumante para o Natal

A linhas de engarrafamento do suco de uva, espumante e Keep cooler  já foram interrompidas  desde sexta-feira (13) por falta de  garrafas de vidro. Mais de 300 mil litros destes três produtos deixaram de ser engarrafados nesta sexta e sábado.

Com pedidos em carteia a empresa não está conseguindo manter  o curso normal da linha de produção. A falta do produto está afetando toda a indústria vinícola, além de outros setores que utilizam o produto.

A preocupação do diretor superintendente da Aurora, Hermínio Ficagna é que a falta do produto venha ocorrer o desabastecimento, justamente num dos períodos de maior  venda. Ficagna lembra que o crescimento em vendas da cooperativa cresceu 38% em relação ao ano anterior, o que representa  17 milhões a mais de todas as  bebidas que a empresa produz. A preocupação da Cooperativa é não atingir o potencial de crescimento projetado entre 45% a 50% da produção, caso houvessem garrafas de vidro.

Esta crise de abastecimento de várias matérias provoca não só transtornos por causa da falta de produtos ao consumidor, mas também pode ter desdobramentos sobre preços, provocando mais inflação no varejo. Ficagna acredita que a escassez de garrafas não será solucionada a curto prazo, provocando sumiço do produto no mercado e até preço inflacionado no mercado.

As garrafas de vidro para vinhos e sucos são fabricadas praticamente por uma única indústria no país, que também sentiu o aumento da procura de outros fabricantes. Uma das saídas encontradas pela Aurora foi buscar fornecedores de garrafas de vidro na Argentina e no Chile. Mas também nesses países as fabricantes estão pressionadas por causa do aumento da demanda local.