Jovem que usava fotos de mulheres do Oeste em perfis falsos é indiciado após investigação

A Polícia Civil de Pinhalzinho concluiu nesta quarta-feira (24) uma investigação sobre crimes virtuais.

O CRIME

Em dezembro de 2020, uma moradora de Pinhalzinho, de 31 anos, registrou um boletim de ocorrência na Delegacia Virtual informando que alguém estaria usando suas fotos e lhe ofendendo por meio do Instagram.

A investigação apurou que o autor criava perfis falsos no Instagram e postava fotos da vítima e de várias outras mulheres, com a clara intenção de ofendê-las. Além disso, ele usava esses perfis por vezes para se passar pela vítima e às vezes para enviar mensagens ofensivas via “direct”.

A Polícia Civil identificou um homem de 21 anos, responsável por operar os perfis. Ele é morador de Leme-SP. Com o apoio da Polícia Civil de São Paulo, ele foi localizado e ouvido. Além disso, descobriu-se que ele já havia feito a mesma coisa com a vizinha dele. Ele foi indiciado por difamação, injúria, falsa identidade e perturbação da tranquilidade.

Fonte: Portal Aconteceu