Mentor de sequestro da médica Tamires havia alugado uma casa no interior de Itá

O vigilante suspeito de ser o mentor do sequestro da médica Tamires em Erechim havia alugado uma casa no interior de Itá para usar como cativeiro. A informação foi confirmada pelo delegado Gustavo Ceccon durante entrevista coletiva. Ele informou que o homem planejou sozinho toda a execução do crime e decidiu mudar de ideia depois de ler uma matéria sobre o caso em um site, alugando outra casa, desta vez em Cantagalo e levando a vítima para aquela cidade, onde foi localizada pela polícia e libertada.

A médica teria ficado sob a guarda de uma mulher, enquanto o homem retornou para a cidade, para abandonar o carro com todos os pertences da médica. Depois o homem pegou um táxi e se dirigiu ao bairro Três Vendas, onde havia deixado o Fiat/Uno usado para levar Tamires ao interior de Itá e depois ao Paraná.

O delegado Ceccon contou que nenhum dos três suspeitos têm passagens pela polícia e também afirmou que o vigilante bancário planejou tudo sozinho e pesquisou a rotina da médica pessoalmente em Erechim, um dia antes da execução do crime.

Fonte: Atual FM