Ministério da Agricultura suspende venda de 33 marcas de azeite de oliva no Brasil

Segundo o órgão, produtos estavam misturados a outros tipos de óleos vegetais, como o de soja.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou nesta quarta-feira (2) uma lista de 33 marcas de azeite de oliva que estão com as vendas suspensas no Brasil.

A decisão foi tomada porque análises mostraram que os produtos dessas empresas apresentavam misturas com outros óleos vegetais, como o de soja, por exemplo. No entanto, as embalagens diziam que o azeite era puro. Confira abaixo a lista das marcas.

Segundo o Mapa, foram encontradas irregularidades em 59 lotes de azeites vendidos por essas marcas. As amostras foram recolhidas entre 2016 e 2017.

A demora na proibição, conforme o ministério, aconteceu por conta dos vários exames laboratoriais a que esses produtos são submetidos. Além disso, há um processo burocrático, que envolve a notificação das empresas, a apresentação de defesa e novas análises, quando necessário.

O Mapa considera que neste ano é difícil encontrar produtos dessas marcas no mercado, com os lotes que apresentaram problemas. No entanto, alguns comerciantes ainda adquirem esses azeites porque costumam ser mais baratos do que os concorrentes.

Agora, o Mapa deverá seguir na fiscalização, buscando comerciantes que ainda vendem os produtos dessas 33 marcas. Quem for flagrado com um desses produtos nas prateleiras pode ser penalizado.

Análise mais rápida

A partir de 2020, o Ministério da Agricultura deverá adquirir equipamentos que realizam a análise da qualidade do azeite de oliva em apenas alguns minutos. Os aparelhos portáteis serão utilizados pelos técnicos, que poderão notificar de forma imediata os comerciantes e produtores. Atualmente, o processo para a primeira notificação leva até 30 dias, devido à demora entre a coleta e o resultado sobre a possível adulteração.

Com esses equipamentos, o Mapa espera agilizar o processo, garantindo mais qualidade nos itens vendidos no mercado.

Confira a lista das 33 marcas com vendas suspensas

Aldeia da Serra

Barcelona

Casa Medeiros

Casalberto

Conde de Torres

Dom Gamiero

Donana (premium)

Flor de Espanha

Galo de Barcelos

Imperador

La Valenciana

Lisboa

Malaguenza

Olivaz

Oliveiras do Conde

Olivenza

One

Paschoeto

Porto Real

Porto Valencia

Pramesa

Quinta da Boa Vista

Rioliva

San Domingos

Serra das Oliveiras

Serra de Montejunto

Temperatta

Torezani (premium)

Tradição

Tradição Brasileira

Três Pastores

Vale do Madero

Vale Fértil

Fonte: https://www.nsctotal.com.br