NASA identifica objeto misterioso na órbita da Terra

Cientistas da NASA identificaram um objeto misterioso na órbita terrestre. O corpo espacial, ao que parece, não é um asteroide, mas apresenta características de um pedaço de foguete.

O objeto misterioso foi flagrado através de um telescópio no Havaí, por uma equipe do Laboratório de Propulsão a Janto da NASA (JPL). O corpo recebeu o nome de “2020 SO” e foi encontrado em 17 de setembro, posteriormente classificado como uma minilua.

Miniluas são objetos espaciais que ficam temporariamente presos na órbita do planeta, assim como o satélite natural. Nesse caso, desde o primeiro encontro, os cientistas suspeitavam que o corpo tinha origem artificial, devido a sua baixa velocidade relativa em relação à Terra. Paul Chodas, um dos principais cientistas da equipe, até cogitou que o objeto fosse o estágio superior do foguete Centaur, usado na missão Surveyor 2, de 1966, que iria para a Lua, se não tivesse falhado.

Posteriormente, provou-se que a suposição do cientista estava correta. O objeto misterioso tinha dez metros de altura por três metros de diâmetro, identificados pela equipe da Universidade do Arizona, liderada por Vishnu Reddy, equipados com um telescópio infravermelho também no Havaí. “A notícia de hoje foi super gratificante”, disse Chodas em um e-mail para o site Phys.org. “Foi o trabalho de equipe que resolveu este quebra-cabeça”.

Terça-feira (1°) foi o dia em que o 2020 SO mais se aproximou da Terra, chegando a 50.476 quilômetros de distância. Contudo, agora ele segue para finalmente se desvencilhar da gravidade terrestre, e deve deixar a vizinhança em março, continuando sua própria órbita ao redor do Sol, retornando somente em 2036.

Fonte: TecMundo