Oeste tem a maior oferta de água termal do Estado

“Somente na região do Vale das Águas que compreende 27 municípios, 7 tem oferta de água termal”

Santa Catarina é um dos estados brasileiros com maior número de fontes hidrotermais, aproveitadas em 28 cidades, segundo informações da Associação de Turismo Hidrotermal de Santa Catarina. A temperatura varia, em média, entre 32ºC e 39ºC. A região Oeste é onde estão localizados o maior número de estâncias hidrotermal, que são utilizadas principalmente para o turismo do bem-estar.

Criado para promover o turismo na região unindo iniciativa pública e privada, a nova região turística Vale das Águas é composta por 26 municípios localizados na parte Oeste do estado. Destes, 11 já foram incluídos no Mapa do Turismo Brasileiro, organizado pelo Ministério do Turismo, e, como o próprio nome já define, a água é o principal elemento presente nos atrativos turísticos da região.

No Oeste, as cidades que possuem estâncias são Piratuba, Itá, Treze Tílias, Fraiburgo, Ouro, São João do Oeste, Águas de Chapecó, São Carlos, com o Pratas Thermas Resort, Palmitos e Quilombo.

Potencial medicinal pouco explorado

Uma parceria entre algumas universidades do litoral catarinense tem garantido o estudo mais aprofundado sobre os benefícios medicinais da água termal. Duas pesquisas realizadas já foram concluídas, e o resultado impressionou acadêmicos, profissionais da saúde e professores.

A enfermeira e naturologa, Ligia Crespo Drago que estuda a água termal como medicamento desde 2015, foi uma das orientadoras dos estudos, eles foram realizados em animais e em pacientes do SUS com dores crônicas. Em ambos os seres foi comprovado a melhoria depois da utilização correta da água para os tratamentos. Os pacientes também demostraram melhoras no sistema psicoemocional, no sistema digestivo e melhora significativa na qualidade do sono.

Segundo Ligia, ainda falta preparar os profissionais para atuarem e conscientizar gestores e a população onde estão inserias as estancias termais, da importância que esse meio natural tem para a saúde das pessoas e como ele pode se tornar um importante fator no desenvolvimento econômico das regiões.

“As cidades devem abraçar o projeto do termalismo para promover o desenvolvimento em conjunto. Sensibilizar a formação profissional para trabalhar com estes recursos e a educação permanente dos profissionais que irão atuar nesta área é fundamental para um pontapé inicial”, explica.

No Brasil 13 estados possuem água termal, destes Santa Catarina é o com maior concentração de água termal naturalmente aquecida, porém o recurso ainda vem sendo utilizado apenas no aspecto de lazer ficando de lado o potencial que tem no processo curativo.

Fonte: DI