PM é acionada após casal parar em frente de uma casa e fotografar crianças

Por volta das 10h50min a PM foi até o centro de Capinzal para prestar auxílio aos agentes de trânsito. No local foi indicado o veículo Ford Fiesta que estava sem o cartão de uso obrigatório do estacionamento rotativo a mais de uma hora, que em consulta junto ao sistema foi constatado que o veículo possui débitos do licenciamento (atrasado). Diante dos fatos foi realizado o levantamento fotográfico, a notificação cabível, removido o veículo ao pátio do guincho credenciado e confeccionado o boletim de ocorrência.

Por volta das 16h40min a PM foi até a Rua Aparício Ribeiro, centro de Capinzal, para atender ocorrência de acidente de trânsito. Ao chegar no local a guarnição constatou tratar-se de um acidente de trânsito com apenas danos materiais. O veículo Iveco Daily encontrava-se estacionado por aproximadamente 30 minutos, quando o veículo andou e colidiu com o Hyundai HB20 que também estava estacionado. Diante dos fatos, a guarnição colheu o depoimento dos envolvidos, ficando cada um responsável pelo seu veículo.
Por fim, foi realizado o levantamento fotográfico e confeccionado o boletim de ocorrência.

Por volta das 18h30min a PM foi até a Rua Eloi Lanhi, em Capinzal, para averiguar uma situação suspeita, sendo denunciado que um casal parou em frente a uma residência e fotografou uma criança, porém, ao chegar no local, os suspeitos não foram localizados, além de não existir maiores informações que poderiam ser aproveitadas para confecção do boletim de ocorrência.

Por volta das 22h a PM foi até a Rua Carmelo Zocolli, centro de Capinzal, para averiguar uma situação de vias de fato com gritos de socorro, porém, ao chegar no local, tratava-se de um casal embriagado, conhecidos das guarnições, os quais estavam apenas namorando, não havendo ilícito ou desconfiança de qualquer crime.

Por volta das 2h desta quarta-feira (13) a PM foi acionada para ir até a SC-150, no distrito de Lindemberg, em Capinzal, para averiguar uma possível tentativa de incêndio. Ao chegar no local a guarnição não constatou incêndio e não foi possível identificar sinais de incêndio.
O solicitante informou que o fogo foi apagado em tempo, e que não sabe informar quem é o autor do fato. Por fim, foi orientado os envolvidos e confeccionado o boletim de ocorrência.