Polícia Civil investiga incêndios em Quilombo

A Polícia Civil de Quilombo (SC) investiga incêndios ocorridos na cidade e na área de abrangência da comarca – Formosa do Sul, Irati e Santiago do Sul – seja em casas, lavouras ou matas.
 
O delegado, Alexander Meurer, concedeu coletiva de imprensa para explicar alguns fatos que levam a crer que os incêndios são criminosos e, em boa parte, pessoas tentam tirar vantagem pelo seguro.
 
Para o delegado, alguns fatos chamam a atenção na questão das residências, sendo sempre casas mistas de alvenaria e madeira e, a maior parte delas, com seguro. Nos últimos cinco anos, a comarca de Quilombo teve 119 fatos envolvendo incêndios. Entre 7 de maio de 2020 e 7 de maio de 2021 foram 32 ocorrências, uma  quantidade considerada alta para a região. 
 
Meurer explica que a Polícia Civil instaurou nove inquéritos para apurar os fatos, sendo que um deles foi concluído na última semana e confirmou-se a teoria da policia: incêndio criminoso para receber o seguro da casa. O delegado diz não poder dar muitos detalhes dos casos. “Não estou afirmando que todos estes casos sejam iguais, apenas que um deles ficou provado que foi para receber o seguro”, frisa.
 
O delegado garante que a Polícia Civil irá até o fim das outras investigações e que a polícia “está atenta”.
Autor: Angela Maria Curioletti/Portal Minutta 
Foto: Reprodução