Polícia prende cinco acusados de roubo no Oeste de SC

A Polícia Civil de Santa Catarina, por intermédio da Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Caçador, deflagrou nas últimas semanas várias ações em uma operação para combater crimes de roubo que vinham ocorrendo na cidade nos últimos meses.

Desde o mês de agosto essas ações vêm sendo feitas de forma coordenada e no mais absoluto sigilo pelos policiais civis da DIC em diversas cidades do Oeste Catarinense, com vistas ao combate a essa prática criminosa.

No total foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão nas cidades de Paial, Calmon, Campos Novos e Caçador, todos pleiteados pela DIC. Durante o período em que as ações ocorreram, foram presas no total cinco pessoas.

Deste montante, quatro pessoas tiveram seus mandados expedidos em razão de pedidos das DIC e destes, três foram presos e um segue foragido. Uma pessoa foi presa em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, e outra em razão de mandado já existente. Está ainda pendente de análise judicial o pedido de prisão de mais um acusado. O total de pessoas investigadas ultrapassa os dez.

Durante o cumprimento dos mandados de busca foram recuperados alguns objetos subtraídos e apreendidas armas de fogo. Nesta sexta-feira (30), a operação se encerrou com o relatório final dos últimos inquéritos policiais sobre os crimes ocorridos.

Com essa operação, a Polícia Civil concluiu a investigação de oito roubos que ocorreram desde o começo do ano em Caçador, e como resultado secundário desarticulou uma associação criminosa que começava a se formar para essa prática criminosa, sempre realizada com uso de armas de fogo e muita violência por parte dos presos.

Os inquéritos finalizados pela DIC serão agora encaminhados ao Poder Judiciário. Vale apontar que o Ministério Público sempre foi parceiro nas ações, se manifestando favoravelmente diante das representações da Polícia Civil, e o Poder Judiciário em todas as oportunidades decidiu de forma ágil e só por isso foi possível o êxito das investigações.