Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, é preso durante operação

Marcelo Crivella (Republicanos), prefeito do Rio de Janeiro, foi preso na casa dele na Barra da Tijuca, por volta das 6h da manhã desta terça-feira (22). A prisão aconteceu durante uma operação da Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ). A ação é um desdobramento da Operação Hades, que investiga um suposto ‘QG da Propina’ na Prefeitura carioca. Também foram presos um empresário, um delegado aposentado e o tesoureiro da campanha de Crivella. As informações são do G1.

Conforme o portal, antes de chegar na delegacia, Crivella destacou que foi o prefeito que mais combateu a corrupção e que espera por justiça. O presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Felipe deve assumir o cargo do prefeito, já que o vice de Crivella faleceu em 2018.

Outro alvo da operação é o ex-senador Eduardo Lopes, que não foi encontrado em casa e deverá se apresentar à polícia.

Em nota encaminhada à Agência Brasil, o MPRJ confirmou que cumpriu mandados de prisão contra suspeitos de integrar de um esquema ilegal que atuava na prefeitura do Rio. “Em razão do sigilo decretado pela Justiça, não podem ser fornecidas outras informações”, diz a nota.

Fonte: CLICRDC / Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil