Presidente do Clube de São Domingos fala sobre prejuízos e reconstrução do local após incêndio

Após o trágico incêndio que atingiu o Clube Cultural e Esportivo São Domingos na última sexta-feira (19), o jornalismo da Clube Fm conversou com o presidente da entidade, Osvaldo Pedro Vieira, sobre os encaminhamentos dados para a possível reconstrução da estrutura.

No último sábado, ele acompanhou os bombeiros na realização da primeira vistoria e constatou de perto os estragos. Segundo ele, a parte do salão foi completamente destruída. Porém, a parte dos banheiros e da sacada não foi danificada e continua intacta.

As causas do incêndio, estimativa de prejuízo, se a obra foi comprometida ou não, o que será necessário reformar ou não, serão informações disponibilizadas após o resultado da perícia. Esse documento deve ser entregue em até 30 dias. Porém, de imediato já foi iniciada uma campanha, denominada SOS reconstrução do Clube, para arrecadar fundos para a reforma do local.

Uma reunião com a diretoria também foi realizada na tarde deste domingo (19). Nela, ficou decidido que as piscinas já serão liberadas ainda hoje (20), para que a comunidade continue usufruindo normalmente daquele espaço, que não foi atingido pelo fogo e não apresenta nenhum risco aos usuários.

O piso inferior do Clube, onde estão salão de festas secundário, cozinha e salas de jogos não foram atingidos pelo fogo e irão voltar ao funcionamento normal hoje (20). Além disso, essa estrutura será colocada a disposição da comunidade, principalmente para aqueles que já tinham reservado o piso superior para algum evento.

Vale a pena ressaltar também que os boatos que rondam a cidade sobre extintores descarregados e entre outros, são, segundo Vieira, fatos inverídicos, pois há pouco tempo o local passou pela revista do Corpo de Bombeiros e cumpriu as solicitações do mesmo para o funcionamento correto.

Vieira complementa ainda, que agora é a hora da comunidade se unir mais uma vez e ajudar na reconstrução do Clube, lugar que já fez parte da história de cada são-dominguense, nestes 39 anos de existência.

Fonte:  Radio Clube / Fotos cedidas pela diretoria do CCESD