Professora é morta a facadas dentro de escola no bairro Campeche, em Florianópolis

Uma professora foi assassinada a facadas no fim da tarde desta quarta-feira (19), em Florianópolis. O caso ocorreu no Colégio Januária Teixeira da Rocha, na Rua da Capela, bairro Campeche. O crime foi cometido por um ex-companheiro da vítima. Ela foi identificada como Elenir de Siqueira Fontão. Atuava como diretora há um ano e era professora da unidade há 16 anos.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a vítima era uma mulher de 49 anos. Ela teria sofrido dois golpes de faca na lateral do pescoço em uma briga ocorrida no banheiro da escola.

Durante a briga, a mulher ainda teria conseguido dar um golpe de faca na barriga do agressor, que fugiu.

A professora foi socorrida por uma enfermeira que estava no colégio, que iniciou o procedimento de ressuscitação pulmonar. A equipe do helicóptero Arcanjo foi acionada, mas o médico da equipe constatou que a vítima perdeu muito sangue. A morte foi constatada às 18h.

Segundo a Polícia Militar, o suspeito entrou na escola depois que as aulas terminaram, levou a educadora para o banheiro, onde se trancou com ela e cometeu o crime.

A PM informou ainda que a professora teria terminado o relacionamento com o homem. Ele então teria ido até a escola, onde os dois se desentenderam, ele pegou uma faca de serra da escola, levou a vítima para o banheiro e cometeu o crime.

O suspeito ainda teria tentado se matar, e com a chegada das equipes policiais, tentou fugir, mas acabou sendo detido.