Saer-Fron apresenta relatório das atividades desempenhadas em 2020

Neste ano marcado  por questões que mudaram significativamente a vida da população, o  Serviço Aeropolicial de Fronteira deu continuidade à Missão de atender a População do Extremo Oeste Catarinense. De janeiro a dezembro, as missões com o helicóptero da Polícia Civil na Fronteira somaram 834 voos,  em diversas Operações e Atendimentos.

Foram 259  missões de voo relacionadas a Ações Policiais que resultaram em prisões e apreensões de drogas e outros ilícitos na região.

As ações de resgate somaram 427 missões em 395 horas de voo, nas quais a equipe do SAER atuou com os profissionais de Saúde do SARA, que é o Serviço de Atendimento e Resgate Aeromédico, trabalho fruto de parceria da Polícia Civil com o município de Chapecó e outros municípios parceiros da Região, como os que compõem o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste, CIS-AMOSC.

O Delegado e Piloto Coordenador do SAER-FRON, Albert Silveira, destaca que, apesar das dificuldades oriundas da pandemia, as atividades não cessaram, tendo as missões do SAER atingido 82 municípios, inclusive alguns deles nos Estados que fazem divisa com Santa Catarina.

Destaque também para as missões de treinamento que são constantes na Unidade do SAER, garantindo a formação continuada da Tripulação e de outros Operadores da Segurança Pública que atuam em conjunto, sempre mantendo os índices de Eficiência e Segurança de Voo com o uso do Helicóptero nas ações do SAER-FRON.

Fonte: CLICRDC / Foto: Saer-Fron