São Lourenço do Oeste decreta volta das atividades do comércio na segunda-feira com restrições

Coronavírus: governo municipal decreta volta das atividades do comércio na segunda-feira com restrições

O prefeito de São Lourenço do Oeste, Rafael Caleffi, anunciou na manhã desta sexta-feira (27) a retomada gradativa das atividades econômicas no território municipal, suspensas por medida de quarentena, em decorrência das ações municipais e estaduais de prevenção e combate ao coronavírus – Covid-19.

As medidas preventivas rapidamente adotadas pela administração municipal têm se mostrado eficazes no objetivo de evitar a propagação do coronavírus no âmbito de São Lourenço do Oeste, tendo o distanciamento social atingido em parte o seu objetivo. Segundo decreto do governo municipal, a necessidade da retomada gradativa das atividades econômicas visa minimizar os riscos associados à pandemia de Covid-19, como a drástica queda da capacidade de liquidez das empresas e o evidente agravamento do quadro fiscal do município em vista a queda na arrecadação pelo prolongamento do isolamento e quarentena. O decreto passa a valer a partir de segunda-feira (30)

Conforme o prefeito Caleffi, o Governo do Estado já sinalizou a retomada gradativa das atividades econômicas em todo o território catarinense. Explica ainda que o decreto municipal com medidas restritivas iniciou antes do estadual e, por isso, as atividades municipais também voltam dois dias antes. “Estamos preocupados com o bem-estar da nossa população, mas precisamos também olhar para os milhares de empregos e empresas que estão sucumbindo diante da suspensão das atividades econômicas”, frisa.

O presidente da Câmara Municipal, Alexandro Ferrari, explicou que os vereadores estão trabalhando de forma a amenizar as perdas e os impactos da economia, mas pensando também na saúde da população. “Nem todos estão de acordo com o decreto, mas as decisões precisam ser tomadas e as lideranças agirem”, disse.

Volta das atividades do comércio

O presidente da Associação Empresarial de São Lourenço de Oeste (Acislo), Deni Boito, falou durante a coletiva que apoia a decisão do governo municipal pela retomada das atividades na segunda-feira. Reforça que é importante que todos sigam o protocolo de saúde e que, enquanto entidade, estará ajudando na supervisão do comércio. “A saúde é também uma preocupação de todas as empresas. A palavra agora é conscientização”, disse.

Já o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Sidnei Karsburg, reforçou que todos estão unidos e que, neste momento, as medidas do decreto precisam ser cumpridas pelo comércio. “Dessa forma, São Lourenço do Oeste poderá passar por este momento da melhor forma possível”, destacou em relação ao coronavírus.

Decreto

No decreto, fica autorizada a retomada das atividades econômicas no âmbito do município a partir de 30 de março em todos os segmentos empresariais e pelos profissionais liberais, mediante a adoção compulsória de medidas de minimização de riscos associados à pandemia de Covid-19.

Conforme decreto, as empresas deverão adotar estratégias de quarentena e isolamento social de pessoal, inseridos nos grupos de riscos, segundo a classificação da Organização Mundial da Saúde (OMS), priorizar, sempre que possível, o trabalho em casa, fornecer equipamentos de proteção individual obrigatórios aos empregados e colaboradores (máscaras e álcool em gel 70%), limitar número de pessoas dentro dos estabelecimentos conforme espaço físico de casa um.

Outras medidas

– As barreiras móveis de controle ao acesso à cidade serão retiradas na segunda-feira (30).

– Volta dos serviços de limpeza urbana e varrição de vias e espaços públicos, mediante a utilização de equipamentos de proteção individual obrigatórios, ao pessoal terceirizado, incluindo máscaras e álcool em gel 70%;

– Serviços de sanitização continuam nos espaços públicos;

– Permanece expressamente proibido, no âmbito municipal, a realização de eventos, festas, festas de comunidades, encontros religiosos, bem como toda e qualquer forma de aglomeração ou reunião de pessoas, que importe, em um mesmo local, aberto ou fechado, público ou privado, na junção de mais de 20 pessoas;

– Aulas na rede municipal de ensino, oficinas culturais e escolinhas esportivas estão previstas para voltar no dia 22 de abril.