Supermercados têm que medir temperatura de clientes a partir desta segunda em Florianópolis

Os supermercados de Florianópolis são obrigados, a partir desta segunda-feira (27), a medir a temperatura dos clientes na entrada dos estabelecimentos. A medida para tentar barrar a transmissão do novo coronavírus consta de decreto da prefeitura com data de 22 de abril. O local que descumprir a regra pode sofrer multa de até R$ 2,5 mil e ser interditado pela Vigilância Sanitária municipal.

Conforme o decreto, a norma é válida para estabelecimentos com área igual ou maior que 1 mil m². A aferição da temperatura nesses estabelecimentos havia sido anunciada pelo prefeito Gean Loureiro no dia 11 de abril. passa a vigorar como determinação para os

A aferição deverá ser feita com termômetro digital infravermelho com mira laser para corpo humano com precisão mínima de 0,3º C e registro no órgão competente, informou a prefeitura. O sensor deve ser posicionado a 5 cm da testa do cliente. Se for constatada temperatura acima de 37,8 ºC, as autoridades de Saúde devem ser informadas de forma imediata.

Os estabelecimentos da capital devem ainda seguir outras regras determinadas pela prefeitura para ajudar no combate à pandemia, como disponibilizar álcool em gel 70%. A entrada de pessoas que estejam sem máscara facial também é proibida.

Por meio de nota, a Associação Catarinense de Supermercados (Acats) reforçou a orientação às empresas associadas para que observem as novas normas publicadas pelos governos estaduais e municipais, assim como a obrigatoriedade do uso de máscaras em todo o estado.

A orientação é válida também para hotéis, pousadas e similares, que a partir de quarta-feira (29), serão obrigados a medirem a temperatura dos hóspedes, assim como as igrejas devem aferir de seus fiéis.

Aferição da temperatura corporal é feita desde março em passageiros que desembarcam no Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis — Foto: Prefeitura de Florianópolis/Divulgação

Aferição da temperatura corporal é feita desde março em passageiros que desembarcam no Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis — Foto: Prefeitura de Florianópolis/Divulgação

Desde o dia 21 de março, todos os passageiros que chegam ao Aeroporto Internacional de Florianópolis têm a temperatura corporal medida ao passarem por uma barreira sanitária. Quem apresenta sintomas para Covid-19, é avaliado, submetido ao teste que detecta a doença e orientado a manter isolamento.

Conforme os últimos dados divulgados pelo governo de Santa Catarina, a cidade tem 258 pacientes infectados e quatro mortes provocadas pela doença.

Questionário

Além de fazer a medição da temperatura, hotéis, pousadas e similares deverão também aplicar um questionário com os hóspedes no qual deverá ser relatado o histórico de saúde, evitando a contaminação dos funcionários e demais pessoas hospedadas.

A listagem com nomes e quartos dos pacientes com sintomas respiratórios e/ou temperatura elevada deverá ser encaminhada para Vigilância Epidemiológica municipal para avaliação.