Tempestades de raios impressionam moradores do norte do Paraná

A passagem de uma tempestade de raios chamou a atenção de vários moradores de Londrina, no norte do Paraná, na noite de sábado (2). O fenômeno foi registrado entre 19h30 e 20h30 e não foi acompanhado de chuva.

Assim como em Londrina, nuvens carregadas de relâmpagos também foram vistas em Guarapuava, Pitanga, na região Central do estado, Roncador, Maringá, Assaí, Cornélio Procópio, São Sebastião da Amoreira, Porecatu, Bandeirantes, Santa Maria do Oeste, na região norte do estado, e em Campo Mourão, no centro-oeste.

A moradora de Guarapuava Jeanne Selllen, mandou um vídeo pelo aplicativo Você na RPC. Ela contou que a quantidade de relâmpagos no céu despertaram a curiosidade de todos. Por volta das 20h, a nuvem seguiu em direção à Cidade dos Lagos e depois desapareceu.

Também pelo aplicativo Você na RPC, Liara Albertoni, que mora em Pitanga, mandou fotos e contou que a nuvem carregada com relâmpago ficou quase uma hora sobre a cidade.

Em São Sebastião da Amoreira, Andressa Bittencourt contou que o céu estava limpo e que a única nuvem que passou pela cidade chegou acompanhada de raios e trovões.

Já a moradora de Assaí,Suely Garcia, mandou um vídeo porque ficou curiosa com o fenômeno. Ela contou que, assim como em São Sebastião da Amoreira, o céu na cidade estava limpo e estrelado. Apenas uma nuvem se estabeleceu sobre o município emitindo raios e relâmpagos.

Chuva de verão

De acordo com o Instituto de Meteorologia Simepar, as nuvens registradas pelo estado foram situações isoladas e típicas do verão.

Conforme os meteorologistas, os eventos foram locais, ou seja, foram nuvens diferentes em cada cidade, e elas se formaram devido ao aquecimento dos municípios.

O Simepar esclareceu que nesta época do ano é comum as chuvas serem acompanhadas de raios e ocorrerem entre os finais de tarde e início das noites.

Fonte: G1 / Foto: Liara Albertoni/Você na RPC