VÍDEO: Mulher é salva após pular no Rio Chapecó, ela pulou de 30 metros de altura

Uma mulher foi salva por policiais e bombeiros depois de pular de uma ponte de aproximadamente 30 metros de altura no Oeste de Santa Catarina. O caso foi registrado no final da manhã de segunda-feira, dia 13, na ponte Jorge Lacerda, na divisa entre os municípios de São Carlos e Águas de Chapecó.

Apesar da queda, a mulher sobreviveu, mas ficou inconsciente, boiando na água, até ser retirada por um bombeiro e dois policiais militares. A vítima de 24 anos recebeu os primeiros socorros e foi encaminhada ao hospital.

A ocorrência começou quando a PM foi acionada por populares, que informaram que a mulher estava tentando se jogar da ponte. Depois de uma negociação, ela aparentou ter desistido da ideia, mas durante a tentativa dos socorristas de convencê-la a se dirigir à ambulância, ela se atirou na água.

Os policiais Luiz Alexandre kades Ferrarese, Felipe Demarchi e o bombeiro voluntário Paulo Cesar do Nascimento correram até a margem do Rio Chapecó, que tem profundidade e largura consideráveis, e nadaram em direção à mulher, conseguindo resgatá-la com vida.

O bombeiro, com o auxílio de uma boia, nadou até a vítima, com os policiais chegando logo em seguida para ajudá-lo no resgate. Segundo a PM, a jovem estava em choque, pálida e com tremores, mas sinais vitais estáveis.

“Destaca-se a dificuldade e periculosidade do salvamento, tendo em vista que os policiais não estavam com nenhum equipamento de salvamento, contando apenas com técnica de nado, esforço e sentimento de servir e proteger”, relatou a Polícia Militar.

Ainda conforme a PM, foram cerca de 150 metros de nado até a retirada da vítima da água. O trabalho durou cerca de 20 minutos. Após o resgate, a mulher foi conduzida ao hospital pelo Corpo de Bombeiros.